28 agosto 2005

Pequeno rito Adf

Um Rito Devocional Curto

Este rito é apropriado para performance freqüente ou diária em um altar pessoal ou santuário. As referências de gênero da Divindade podem, certamente, ser alteradas para se ajustar ao participante(s).

[O Druida vai, banhado recentemente, diante do altar e acende a Lâmpada do Altar (que pode ser qualquer espécie de vela ou pequena chama), dizendo:]

Oh!, abençoado espírito de luz e magia, carne da carne das Divindades, espírito de meu espírito, traga a meu altar (santuário) a força divina de sua luz. Oh!, espírito sagrado do fogo, seja bem vindo a sua casa. Beannachta!

[As visualizações das Divindades são feitas, e uma oração curta de louvor pode ser oferecida. A Oferenda Tripla é então feita com essas palavras:]

Eu oferecerei minhas oferendas no olho das mães que me sustentam, no olho dos pais que me estimulam, no olho dos Deuses e na luz do fogo.
Façam-me seu parente, aceitem de mim: Sal, o qual seu poder me preserva e defende;

[o Druida eleva o sal, colocado-o no altar]

Água, a qual seu poder me purifica e sustenta;

[o Druida oferece água]

Incenso, o qual seu poder empresta a minha vida alegria e prazer.

[o Druida oferece incenso]

Concedam sobre mim na hora de minha necessidade o amor dos Deuses, a sabedoria dos Deuses, a força dos Deuses, para fazer nos Três Mundos como os heróis fazem em Tir na nog. Cada sombra e luz, cada dia e noite, cada hora abençoada, me dêem seu espírito.

[O Druida medita sobre a visualização por um tempo, então extingue a chama, deixando o incense queimar, e parte pronto para suas tarefas.]